Como fazer uma introdução de redação – Parte 3

As formas de se iniciar um texto são muito variáveis, e quanto mais delas você dominar, mais fácil será na hora de montar um redação em provas ou concursos. Seja para vagas de emprego ou vestibulares para ingressar na universidade, o início do texto é como uma primeira impressão. Caso o avaliador se interesse logo de cara, com mais atenção ele irá ler o resto da redação.

Tipos de Introdução

Aprenda mais alguns tipos de introdução para garantir um bom começo de texto em sua redação.

Caso você tenha não tenha lido “Como fazer uma introdução de redação – Parte 1” e “Como fazer uma introdução de redação – Parte 2”, clique nos links e descubra os outros tipos de introdução.

Elaboração de uma ou mais perguntas

Este tipo de introdução é uma forma mais interativa de se começar a redação. Diferente dos outros, a elaboração de questões não é um resumo do tema, mas uma forma de apresentar o que será abordado no desenvolvimento, cada resposta para uma pergunta é um argumento usado no corpo do texto. É preciso tomar muito cuidado, pois as questões levantadas precisaram ser respondidas ao decorrer da redação, além disso não podem ser perguntas retóricas e necessitam levar o leitor a uma reflexão. Há a possibilidade de se levantar apenas uma questão para abordar sobre o tema, mas essa pergunta também deverá ser respondida na própria introdução, no desenvolvimento ou na conclusão.

Contradizendo o tema,

Apesar de não ser um tipo de introdução fácil, esta tem uma grande chance de chamar a atenção do leitor caso seja bem escrita. Esse início de redação trata-se de escrevere o oposto do que foi apresentado como tema, porém, de uma maneira em que seja notável que o autor não concorde com o que esteja escrito. Ou seja, o texto começará com uma opinião contrária à real opinião do autor. É importante que o desenvolvimento esteja em sintonia com a introdução, portanto é bom que este mesmo método seja aplicado em ambos. O maior cuidado que se deve tomar é com a contradição ou com a dificuldade de entendimento. Caso você utilize esse tipo de introdução e concorde com o tema, é preciso deixar o seu ponto de vista aparente para o leitor, caso o contrário ele pensará que o texto é contra o tema apresentado e ficará em duvida.

Descrição ou narração

Uma maneira muito interessante e que chama bastante atenção dos leitores de começar uma redação é com a caracterização e descrição de épocas, lugares ou até mesmo uma narrativa de um fato. Esta narração ou descrição não deve passar da introdução, caso contrário o seu texto provavelmente fugirá da proposta da prova, além disso ele deve ser usado apenas para apresentar o tema da redação.

Enumeração de informações.

É possível, quando se tem repertórios de informações ou dados verídicos sobre o assunto, enumerá-los na introdução. Isto também é uma forma interessante de apresentar os assuntos que serão discutidos no desenvolvimento. Cada ponto enumerado é a base de um argumento que será usado. É importante que a veracidade dos fatos seja confiável, pois é nelas que o autor irá se basear, se for um dado falso, isso irá invalidar o seu argumento.

Como fazer uma introdução de redação – Parte 3
Te ajudou?