Dissertação

Você pretende prestar algum concurso público ou fazer algum vestibular para uma universidade federal? Se a resposta for sim então é bom estar por dentro sobre este tipo de texto. Além de ser o tipo de texto mais cobrados em provas e concursos de todo o país, a dissertação é um dos textos mais simples de ser redigido. É possível estudar a sua estrutura muito facilmente e se familiarizar com o modo de escrevê-lo. Sua linguagem também mais simples, principalmente por não sofrer tantas variações como a carta, que depende de seu destinatário e remetente para a construção do texto. As dissertações podem ter até cem páginas e tem como característica qualitativa a interpretação e a aplicação de um método de análise.

A dissertação é um texto que tem como o principal propósito discorrer sobre o assunto proposto. Como a linguagem e a estrutura não são tão flexíveis, a diferenciação do texto do autor vem do conteúdo e ponto de vista apresentado no caso de dissertação expositiva, assim como argumentos, fatos e provas que são trazidas para a produção textual de uma dissertação argumentativa.

Dissertação expositiva

A dissertação expositiva traz também o objetivo geral de dissertação, que é discorrer sobre um tema ou assunto específico, porém, este tipo de texto procura muito mais expor um ponto de vista ou uma ideia sobre este tema. O autor não defende o seu ponto de vista, ele apenas o apresenta em forma textual para que o leitor considere-o coerente, mas não necessariamente concorde com ele. O autor não possui intenções de polemizar ou discutir um assunto, apresentando argumentos e justificativas do porque o seu ponto de vista deveria ser o correto.

Dissertação argumentativa

A dissertação argumentativa também tem o objetivo de tratar sobre um assunto que foi anteriormente proposto, porém, também tem a meta de defender uma determinada ideia ou ponto de vista sobre este assunto. Este tipo de texto se caracteriza pelo uso de argumentação e por tentar convencer o leitor de uma ideia defendida no texto. A dissertação argumentativa pode ser dividida em dois tipos: A dissertação subjetiva, onde o autor também se envolve no texto, e por isso é utilizado a primeira pessoa nos verbos; A dissertação objetiva, onde o autor defende conceitos que já pertencem ao repertório do leitor ou são de conhecimento universal, e para isso se utiliza da terceira pessoa em seus verbos. O estilo mais pedido em provas e concursos é a dissertação argumentativa objetiva.

Dissertação
5 (100%) 1 voto