Origem da expressão “pão duro”

Usada para caracterizar alguém muito sovina, a expressão “pão duro” surgiu a partir de uma peça de teatro de Amaral Gurgel, a qual era baseada em um suposto mendigo que teria vivido no Rio de Janeiro por volta do início do século XX. A história conta que ele sempre abordava as pessoas pedindo qualquer coisa que elas pudessem dar, nem que fosse “um pedaço de pão duro”. Porém, quando o sujeito morreu, foi descoberto que ele possuía uma quantidade respeitável de bens, incluindo contas em bancos e imóveis.

Origem da expressão “quinto dos infernos”

Geralmente usada quando estamos sob a influência da raiva, a expressão “quinto dos infernos” surgiu na época do Ciclo do Ouro no Brasil, no final do século XVIII. Para lucrar com a atividade aurífera gerada aqui, a Coroa Portuguesa logo estabeleceu pesados impostos sobre todo o ouro encontrado.

O ouro era transformado em barras e derretido nas Casas de Fundição, onde ganhava um selo da Coroa. Era nesse processo que o imposto era cobrado, no qual representava a quinta parte de todo o ouro encontrado, chamado de o “quinto”. Só que, os donos das minas auríferas odiavam tanto esse imposto que passaram a chamá-lo de “o quinto dos infernos”.

Origem da expressão “lágrimas de crocodilo”

A expressão “lágrimas de crocodilo” é comumente usada para dizer que uma pessoa está fingindo o choro, chorando falsamente. Utilizada no mundo inteiro, o termo remete ao fato de que, ao devorar sua presa, o crocodilo aplica uma pressão muito grande no céu da boca.

Isso resulta na estimulação das glândulas lacrimais do animal, que causa a impressão de que o bicho está em lágrimas, se lamentando enquanto come suas presas. Essa ideia irônica foi que atribuiu o atual significado da expressão como a conhecemos.

“Espiar” ou “expiar”

As palavras “espiar” e “expiar” existem na língua portuguesa e estão corretas. Contudo, elas devem ser usadas em situações diferentes, pois possuem significados diferentes. Apesar disso, as duas palavras são pronunciadas e escritas de forma semelhante, sendo palavras homônimas, causando a maioria dos erros de escrita cometido pelas pessoas.
Leia mais