Origem da expressão “saber de cor”

A expressão “saber de cor” vem do francês “savoir par coeur”, que significa ‘saber por intermédio do coração’ – antes da ciência descobrir a real função do órgão, o coração era tido como símbolo de inteligência e do pensamento.

A expressão, ao que tudo indica, surgiu em meados do século XVI. Formada pelos vocábulos ‘savoir’ – que significa ter conhecimento ou a competência por meio de estudos – e pelo radical ‘connaître’ – que significa saber por intermédio de experiências -, a expressão ‘saber de cor’ continua, até hoje, sendo muito usada pelos falantes da língua portuguesa.

Saber prontamente, sem a precisão de consultas a qualquer tipo de documento é ‘saber de cor’, ‘aprender de cor’, ‘aprender de coração’. Em inglês diz-se ‘by heart’, ou seja, ‘de coração’. Atualmente, usamos a expressão quando queremos deixar claro a sapiência que temos e/ou alguém tem sobre determinado assunto/algo.

Exemplos:

  • A enfermeira sabe de cor aplicar uma injeção.
  • Sei de cor a tabuada do 6.
  • “Saber de cor não é saber: é conservar aquilo que se deu a guardar à memória.”
  • Origem da expressão “saber de cor”
    5 (100%) 1 voto