Origem da expressão “sem eira, nem beira”

A expressão “sem eira, nem beira” tem um significado atual que se refere à pessoas sem posses, sem bens materiais. Mas, no sentido literal, “eira” é um terreno de cimento ou terra batida, onde são postos grãos para secar ao ar livre. A beirada da “eira” é chamada de “beira”. Em casos em que a eira não possui beirada, os grãos acabam sendo levados pelo vento, deixando o proprietário de mãos vazias.

Contudo, a explicação desse ditado se dá por outra razão. De acordo com a crença popular,
antigamente, as pessoas ricas tinham casa com telhados triplos: a eira, a beira e uma parte mais alta, chamada de tribeira. Já as pessoas mais pobres acabavam construindo apenas a tribeira, pois não tinham condições de construir o resto do telhado, ficando, assim, “sem eira, nem beira”.

4.1/5 - (12 votes)