“Onde” e “aonde”

Muitas pessoas se confundem diante das palavras “onde” e “aonde” e até pensam que os vocábulos são sinônimos. As duas palavras estão corretas, podendo ser interrogativas ou relativas, porém são empregadas em contextos diferentes. Veja a seguir exemplos e dicas de como empregá-las em cada situação.

Onde

O advérbio de lugar tem sua origem do latim unde e indica permanência, ou seja, não tem movimento. A palavra também pode ser usada junto aos verbos que não dão referência a deslocamento, como: estar, ser, morar, ficar.

  • Onde ele está?
  • Eu quero saber onde fica o banheiro.
  • Soube que o lugar mais perigoso da cidade é onde eu moro.

Aonde

Também advérbio de lugar. É formada através da junção da preposição a + onde. Ao contrário de “onde”, ela só é empregada em situações que sugerem movimento, ideia de destino. O vocábulo é utilizado junto aos verbos, como: ir, chegar, voltar.

  • O menino não sabe para aonde ir.
  • Aonde ela quer chegar com tanta pressa?
  • Ainda não sei aonde iremos chegar com essa conversa.
3.2/5 - (60 votes)