“Obrigado” ou “obrigada”

De acordo com a norma culta, essencialmente, a palavra “obrigado” é considerada como um adjetivo que, no sentido de agradecimento, varia em gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural). Ou seja, a depender da pessoa que agradece algo há a concordância. Assim:

  • o homem deve dizer ‘obrigado’;
  • a mulher diz ‘obrigada’;
  • vários homens dizem ‘obrigados’;
  • e várias mulheres dizem ‘obrigadas’.

No entanto, uma nova perspectiva, por sinal mais flexível, já aponta para uma possível evolução linguística. A palavra ‘obrigado’ não mais está sendo utilizada como um adjetivo, mas sim como uma interjeição de agradecimento. Sendo uma interjeição, o termo pode ser usado indiscriminadamente por homens e mulheres, mantendo a forma invariável e inflexível. Assim:

  • o homem pode agradecer com um ‘obrigado!’;
  • a mulher pode agradecer com um ‘obrigado!’;
  • o homem ao agradecer em nome de terceiros pode dizer ‘obrigado!’;
  • a mulher ao agradecer em nome de terceiros pode dizer ‘obrigado!’

Há ainda os que defendem que o ‘obrigado’ já perdeu espaço, sendo utilizado de forma isolada e podendo ser substituído por sinônimos mais informais, como por exemplo a palavra ‘valeu’, ‘agradecido’.

4/5 - (2 votes)