“Ilegível” ou “elegível”

Escritas e pronunciadas de forma parecida, no entanto, com significados diferentes, os dois vocábulos existem na língua portuguesa e estão corretos – tal ocorrência é chamada de palavras parônimas. O vocábulo “ilegível” refere-se a algo que é de difícil leitura ou que não se pode ler. Já “elegível” se refere a alguma coisa ou alguém que se pode eleger.

Ilegível

O adjetivo é formado pela derivação prefixal (prefixo ‘i-‘ + a palavra primitiva ‘legível’), sendo que o prefixo sugere negação, uma ideia contrária. Assim, ‘ilegível’ é semelhante a indecifrável, incompreensível, desbotado, entre outros.

  • Sua letra é bastante ilegível.
  • A diferença entre a literatura e o jornalismo é que o jornalismo é ilegível e a literatura não é lida.
  • Elegível

    Também adjetivo, o vocábulo vem do latim ‘elegibilis’ e, sendo assim, deve ser escrito com a inicial ‘e’. Elegível é sinônimo de selecionável, votável, eletivo, entre outros.

  • O residente é elegível para o cargo de síndico
  • O conselho deverá tomar medidas elegíveis
  • 4.3/5 - (32 votes)