Etimologia de “puxa-saco”

A origem do adjetivo ou substantivo de dois gêneros remonta à época do Brasil Colônia, quando os militares, ao passarem por processo de transferência para outra cidade, levavam seus pertences embrulhados num saco de pano. Assim que desembarcavam e saiam à procura de um lugar para repousar, sempre aparecia alguém interessado em ajudar com o saco – de olho, sempre, na gorjeta ou qualquer troca de favores.

Atualmente, um puxa-saco é aquela pessoa conhecida por elogiar alguém excessivamente com o nítido objetivo de conseguir algo para benefício próprio. Essencialmente, os puxa-sacos mostram ‘admiração’ a alguém superior em alguma hierarquia social/trabalhística, como por exemplo, um professor ou patrão.

Rate this post