Mas e Mais

Essas duas palavras, por conta de sua semelhança, causam muita confusão na hora de escrever. Além de serem usadas com bastante frequência, ambas tem quase a mesma sonoridade e só se diferem por uma letra. porém, seus significados são completamente diferentes. A dúvida sobre estas duas palavras é comum, e o número de pessoas que as usa de modo errado é muito grande, portando, preste atenção para nunca mais cometer um erro entre “mais” e “mas” novamente.

O que é e onde usar “Mas”

A palavra “mas” pode ser tanto um substantivo, adverbio ou conjunção. O uso mais comum é como conjunção coordenativa de adversidade, isso significa que é uma conjunção que liga duas orações que tem um sentido semântico equivalente em um sentido de oposição ou adversidade. Apesar da explicação parecer confusa, seu uso é bem simples. O “mas” pode ser facilmente substituído por “porém”, “entranto” ou “contudo”. Veja os exemplos para a melhor compreensão.

  • Gosto de melancia, mas detesto as sementes.
  • Não pude iri a festa, mas não fiquei desanimado.
  • Bateu o carro, mas está tudo bem.

Como adverbio, o “mas” tem a função de intensificar ou dar enfase a uam determinada afirmação. Normalmente vem acompanhada de outras palavras quando emprega esta função. Veja os exemplos.

  • Ele brigou tanto, mas tanto, que foi suspenso.
  • Mario é esperto, mas tão esperto, que ninguém o engana.

O que é e onde usar “Mais”

A palavra “mais” tem ainda mais função do que “mas”, ela pode ser um substantivo, conjunção ou adverbio de intensidade, preposição, ou um pronome indefinido. O “mais” tem o significado de intensidade, maior característica ou quantidade ou excesso, mas também pode indicar uma adição. Veja os exemplos do uso do “mais”.

  • Ele é o rapaz mais inteligente da sala.
  • Seis mais um é igual a sete.
  • Não estou entendendo mais nada.
  • Quanto mais gente, melhor.
  • Ele não pode fazer mais que isso.
  • Mas e Mais
    4 (80.36%) 56 votos