“Atrasado” ou “atrazado”

A grafia correta da palavra é “atrasado”, com ‘s’. O vocábulo “atrazado”, com ‘z’, não existe na norma culta da língua portuguesa.

Sempre que quisermos nos referir a alguém que demorou ou se atrasou devemos utilizar o adjetivo ‘atrasado’. O vocábulo pode significar também algo ou alguém que ficou para trás, que se adiou, não se modernizou, ficou fora do tempo. Assim, ‘atrasado’ é sinônimo de tardio, procrastinado, adiado, demorado, antiquado, obsoleto, desatualizado, ultrapassado, subdesenvolvido, vencido, entre outros.

Exemplos:

  • Jonas sempre chega atrasado no trabalho.
  • O povo passou a apoiar um político com pensamentos atrasados.
  • O pagamento dos salários atrasou este mês.

O erro na grafia de “atrasado” é recorrente porque a consoante ‘s’, quando posta entre duas vogais, assume o som do fonema ‘zê’. No entanto, há outro componente para explicar a escrita de uma palavra: a etimologia. O raciocínio aplicado é o da derivação; se a palavra ‘gás’ é escrita com ‘s’, todas as derivadas devem ser escritas com ‘s’ (gasoso, gasolina, gasômetro). O vocábulo ‘atrasado’ segue o mesmo caso (atrás, trás, atraso, atrasar).

– Não devemos confundir com o caso “trás” ou “traz”.

“Atrasado” ou “atrazado”
2 (40%) 1 voto