“Aterrizar” ou “Aterrissar”?

Provavelmente você já deve ter utilizado e ouvido as palavras “aterrissar” ou “aterrizar” para se referir ao ato de pousar e descer em algum lugar. Como as duas formas são frequentemente empregadas, tanto na grafia como na fala, é normal que a dúvida seja recorrente, já que os vocábulos possuem escritas e pronúncias diferentes, apesar de possuírem o mesmo significado.

Ambas as palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. No entanto, a forma ‘aterrissar’, com ‘ss’, é melhor aceita na norma culta e tem seu uso defendido por dicionários e linguistas – o que não nos impede de usar o vocábulo ‘aterrizar’, com ‘z’.

O verbo aterrissar é formado a partir do vocábulo ‘aterrissagem’ que, por sua vez, tem a sua origem na palavra francesa ‘atterrissage’, devendo ser escrito com ‘ss’. Exemplos:

  • Depois de um voo complicado, o avião aterrissou com segurança.
  • O helicóptero aterrissará no heliporto hoje à tarde.
  • O piloto fez uma aterrissagem muito brusca.

O verbo aterrizar é formado a partir de derivação prefixal e sufixal: a- + terra + -izar, devendo ser escrito com ‘z’. Exemplos:

  • Depois de um voo complicado, o avião aterrizou com seguraça.
  • O helicóptero aterrizará no heliporto hoje à tarde.
  • A nave aterrizou na lua com sucesso.

* Os verbos aterrissar e aterrizar são sinônimos do verbo “aterrar”, que, embora não seja empregado com uma certa frequência, pode, normalmente, ser usual para as mesmas ocorrências linguísticas. Há também as formas aterrissagem, aterrizagem e aterragem, embora ‘aterrizagem’ continue sendo a mais utilizada.

“Aterrizar” ou “Aterrissar”?
Te ajudou?