‘Dispender’ ou ‘despender’

De acordo com a norma culta da língua portuguesa, a forma correta de escrita do vocábulo, em questão, é ‘despender’ – logo a palavra ‘dispender’ está errada.

A dúvida se dá porque ‘despender’ tem a sua origem no latim “DISPENDERE”, sendo que a vogal original ‘i’ (do prefixo DIS-) evoluiu para o atual ‘e’ (do prefixo DES-). A confusão também se estabelece pela associação equivocada com ‘dispêndio’, que por sua vez tem sua origem em outro termo latino, “DISPENDIUM”.

Utilizamos ‘despender’ quando nos referimos ao ato de gastar, ter despesas ou dispêndio. O verbo também se refere ao ato de dar com liberalidade, ou seja, espalhar, distribuir, prodigalizar. Significa ainda o ato de usar, empregar, aplicar algo/alguma coisa na realização de outra.

Exemplos:
O garoto despendia seu tempo livro entre séries televisivas e livros.
Tudo o que recebia despendia com bebidas alcoólicas.
Despenderei todos os meus esforços para passar no vestibular.

– Como ‘despender’ é um verbo, todas as suas formas conjugadas acompanham o radical: despendeu, despendia, despenderá, despenderei, despenderemos.

5/5 - (1 vote)