A gramática pode ser definida como o conjunto das regras que garantem que uma determinada língua seja utilizada da mesma forma por todos os seus falantes. Esse campo do conhecimento pode ser dividida em quatro partes: gramática histórica, descritiva, comparativa e normativa. A histórica ocupa-se do estudo da evolução de uma língua desde a sua origem. A descritiva toma como objeto de estudo o uso oral da língua e as variações que ela sofre nesse processo. Já a comparativa, como o próprio nome indica, realiza o estudo comparado de uma família de línguas — por exemplo, a família das línguas românicas (também chamadas língua latinas ou neolatinas), da qual fazem parte o português, o espanhol, o italiano, o francês e o romeno. Por fim, a gramática normativa é aquela que dedica-se à padronização da língua, ao estabelecimento de normas e, consequentemente, à definição do certo e errado no falar e no escrever. É com a gramática normativa que temos contato na escola. É ela que estabelece a chamada norma culta da língua portuguesa.
Livros empilhados
Neste site você encontra o melhor conteúdo de gramática normativa da língua portuguesa. Os assuntos de interesse estão devidamente organizados conforme a divisão tradicional nas seções fonologia, morfologia, sintaxe, semântica e estilística. Além disso, aqui você também pode estudar sobre os movimentos literários na nossa seção de literatura, aprender sobre a origem das palavras no espaço dedicado à etimologia e consultar as mudanças da nova ortografia. Para quem deseja melhorar a escrita, o site mantém uma área com dicas de redação, além de uma seção onde são explicados os tipos de texto (carta, ata, ofício, entre outros), acompanhados de modelos. Se mesmo depois de vasculhar todo esse conteúdo você não encontrar o que procura, é só enviar sua pergunta e aguardar para vê-la respondida na seção de dúvidas.